Hoje é o início de uma nova etapa:

inícioCom base no texto acima, concordo e afirmo: “Já acreditei na tristeza, hoje sou aliada da felicidade.” A partir de hoje, obrigo-me a aprender a debochar da maldade, a gargalhar, abrir as cortinas, deixar a luz entrar, me reerguer, me reconstruir, não abrir mão de mim, deixar que vejam que minha alma e minha consciência estão límpidas, lavadas e tranquilas, não baixar a guarda e enfrentar os maus bocados de pé, firme e forte, com fé na alma e Deus no coração. {Flávia, 2015}

discernimento

“A razão vos é dada para discernir o bem do mal.”

*O:-) anjinho*:-/ confuso *>:) diabólico

(Dante Alighieri)


caldo de galinha e prudência

Desde muito tempo ouve-se dizer que prudência e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Sobre o caldo, acredito que realmente não faz mal, agora a prudência é a rainha dos cuidados ao mal. Ser prudente, mas não inerte. Observar, agir conforme o que acreditamos e sem dar muita importância ao que “podem pensar” afinal levamos da vida, a vida que levamos -vivemos- prudência, antes de tudo, ser consciente de suas ações e aguentar o “repuxo” da reação! Vamos lá! É a vida.