novo, (de)novo.

As oportunidades que a vida nos apresenta, por muitas e quase todas as vezes, são frutos de nosso trabalho e esforço contínuo. Novos horizontes se apresentam, e cabe a nós escolhermos a ação que determinará nosso sucesso ou fracasso (se sucesso, ótimo em frente, se fracasso, aprende com ele, e em frente).

Cursos que sempre deixamos para depois, aquela vontade de aprender uma outra língua, mas que o tempo, ou o dinheiro nunca deixam que iniciemos, e eles ficam na lista de “coisas a se fazer” (um dia).

A vida é mutável, é um organismo pulsante, e quando ela lhe dá uma chance, aproveite-a, faça o que tem que ser feito e bem feito, orgulhe-se de seu trabalho e não desista jamais. Se riem do seu jeito, não é seu problema, se lhe criticam, converse e veja se há o que mudar, mas nunca deixe que lhe pisem na cabeça, ou que lhe deixem para trás, humilhados.

Dedique-se de coração à suas atividades, desde o trabalho para seu sustento, até o trabalho doméstico, como sujar todas as louças para fazer a sua comida preferida, e se satisfazer com isso, ao invés de reclamar da louça que  terá que ser lavada.

Gratidão é palavra de ordem, seja grato, seja bondoso e acima de tudo, não faça nada que não considere “bem” para você.

É a epifania, falta um mês, e lá vamos nós, mais um momento para se pensar, pois hoje em dia, não dá mais para parar para pensar, o mundo gira, a vida vai e você fica para trás. Precisamos aprender a pensar sem parar, e agir com cautela, mas sempre com sinceridade no coração.

Foflah 22/04/12

Anúncios