Don’t you worry ‘bout a thing

 Don’t you worry ‘bout a thing (Não se preocupe com coisa alguma)

* bem vindo maio.

Pra sempre!

Não guarde mágoa de mim Também não me esqueça
Talvez não saiba amar Nem mesmo te mereça
Como as ondas do mar Sempre vão e vem
Nossos beijos de adeus Na estação de trem
Um gosto de lágrima no rosto Palavras murmuradas
Que eu quase nem ouço Que eu quase nem ouço…

Em algum lugar no tempo Nós ainda estamos juntos
Em algum lugar Ainda estamos juntos
Em algum lugar no tempo Nós ainda estamos juntos
Prá sempre, prá sempre Ficaremos juntos…

Não tenha medo de mim Não importa o que aconteça
Não me tire da sua vida Nem desapareça
Como as ondas do mar Sempre vão e vem
Nossos beijos de adeus Na estação de trem
Um gosto de lágrima no rosto Palavras murmuradas
Que eu quase nem ouço Que eu quase nem ouço…

Em algum lugar no tempo Nós ainda estamos juntos
Em algum lugar Ainda estamos juntos
Em algum lugar no tempo Nós ainda estamos juntos
Prá sempre, prá sempre Ficaremos juntos
Juntos…

Em algum lugar no tempo Nós ainda estamos juntos
Prá sempre, prá sempre Ficaremos juntos
Não guarde mágoa de mim!

{Em Algum Lugar No Tempo Biquini Cavadão}

…quando entrar setembro…

Quando entrar setembro
E a boa nova andar nos campos
Quero ver brotar o perdão
Onde a gente plantou
Juntos outra vez…

Já sonhamos juntos
Semeando as canções no vento
Quero ver crescer nossa voz
No que falta sonhar…

Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha nos trazer…

Sol de primavera
Abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender
Aprender…
Aprender…

Já choramos muito
Muitos se perderam no caminho
Mesmo assim não custa inventar
Uma nova canção
Que venha nos trazer…

Sol de primavera
Abre as janelas do meu peito
A lição sabemos de cor
Só nos resta aprender
Aprender…
Aprender…

Música: Sol de Primavera (Catedral) – Composição: Beto Guedes / Ronaldo Bastos

Mesmo com tantos motivos

Prá deixar tudo como está

Nem desistir, nem tentar, agora tanto faz…

Por Enquanto – Cássia Eller

Tente Outra Vez – Raul Seixas

Oh! Oh! Oh! Oh!
Tente!
Levante sua mão sedenta
E recomece a andar
Não pense
Que a cabeça aguenta
Se você parar
Não! Não! Não!
Não! Não! Não!

inspiração…

Imagem

O clima agradável, uma música para estudar, e o que parecia um muro intransponível, começou a fluir como um rio de águas calmas, a mente mais rápida que a mão, registrando no papel o que depois será digitado, é gratificante ver como somos seres dotados da capacidade de ler, compreender e escrever, e que podemos fazer disto um hábito, e o melhor de tudo, transformar em  trabalho feito. Agradeço a Deus pelo dia de hoje, pela vida e pela inspiração que me permitiu concluir esta etapa de uma tarefa. Muito Obrigada! {Foflah}

confiança

De todas as palavras que eu te falei
Apenas uma delas você guardou
Era amor a palavra, isso eu pensei…
Mas foi “confiança” aquela que você lembrou
Confiança… que você lembrou

Confiança – Nenhum de Nós